Pagar à vista ou financiar seu carro?
















Comprar à vista é, na maioria das vezes, a forma mais vantajosa para comprar um carro no Brasil, seja ele usado ou novo, pois de qualquer forma, não haverá cobrança de juros. No entanto, ao não possuir o valor para realizar o pagamento à vista ou não pretendendo utilizar outros fundos, o financiamento se torna a melhor forma para comprar um veículo.


Vantagens de financiar

É um dos caminhos para quem quer comprar um carro, mas não tem todo o dinheiro para fazer um pagamento à vista. Com o financiamento, o bem já fica disponível na hora, além de ser possível dar uma entrada pequena e até mesmo, não existir entrada. Quando há uma quantia de entrada, é até mesmo possível negociar juros mais baixos.
 O comprador já sabe o quanto vai pagar, pois as prestações são fixas e ainda tem autonomia para antecipar ou quitar as parcelas no momento que desejar. Atualmente, as taxas de finaciamento vêm caindo devido à queda da Selic e com o efeito da concorrência no setor que está maior.
Outra opção ao financiamento seria a de economizar dinheiro, depositar mensalmente uma quantia em alguma aplicação com o objetivo de comprar o carro, porém surge uma grande desvantagem, a de que o bem só é recebido depois de ter juntado todo o dinheiro. Nesse momento também, o financiamento surge como vantagem.

Novo ou usado, tem diferença?
Existe a possibilidade de se financiar tanto um carro zero quilômetro quanto um usado, porém os juros cobrados pelo zero acabam sendo mais baixos que os do usado. Dessa forma, a escolha depende mesmo da necessidade do cliente, pois geralmente, um seminovo completo pode sair pelo mesmo preço de um zero menos equipado.



Desvantagens de financiar

 A principal desvantagem de financiar é a cobrança de juros. Apesar de suas vantagens, existe burocracia para aprovação do crédito e o financiamento apresenta juros altos. O consumidor pode acabar pagando muito mais pelo produto. Em casos de financiamento sem entrada, o valor pago pode chegar até o dobro do valor, isso porque taxas de juros muito pesadas incidem nas parcelas. Em uma simulação feita no site “Cálculo Exato”, gerou o seguinte resultado:
Valor financiado: R$ 50.000,00
Entrada: R$10.000,00
Número de parcelas: 48
Valor da primeira parcela: R$1.446,00
Valor total do financiamento: R$72.899,82
Aumento do preço: R$22.899,82 ou aproximadamente 45,8%



Para prestar atenção

O período de parcelamento de financiamentos é geralmente entre seis e sessenta meses, e é importante saberque o número de parcelas influencia diretamente na taxa de juros, ou seja, quanto menos parcelas, menos juros. Uma dica é utilizar ferramentas como o Cálculo Exato para analisar com calma o financiamento e a dívida que será aderida.

Portanto, o mais recomendado é economizar para fazer um pagamento à vista, mas não sendo possível, o financiamento, com uma boa entrada para reduzir o valor e quantidade de parcelas, se torna uma boa opção.